Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 5,09
Dólar R$ 4,74
Dia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens.
Belo Horizonte
25º 13º

Sistema FAEMG disponibiliza cursos de drones para utilizar nas fazendas

Procura por equipamentos e por cursos para lidar com a máquina vem aumentando; treinamentos são oferecidos pelo Sistema FAEMG

27 de maio de 2022
compartilhe

Startups, drones, realidade aumentada, máquinas autônomas: não estamos falando de um filme sobre o futuro, mas de tecnologias que já estão dentro das fazendas e exigem atualização urgente da turma do agro para acompanhar as exigências do mercado e se manter competitivo.

Com o retorno das feiras e exposições ao formato presencial, os produtores rurais já estão podendo ver de perto várias delas – inclusive o drone, uma das mais difundidas. De acordo com pesquisa da Drone Deploy realizada este ano em 40 países, na agricultura, o equipamento foi o responsável pelo aumento da produtividade para 67% dos entrevistados, enquanto 52% também relataram redução de custos. Cerca de metade (54%) acredita que os drones serão muito mais comuns nos próximos dois anos do que são atualmente.

Cafeicultores estão entre os grandes beneficiados com essa tecnologia. Com a crescente valorização do grão brasileiro em nível mundial, quanto mais precisão o produtor tiver na gestão e na produção, melhor. Foi exatamente esse tipo de conhecimento que vários deles buscaram na Expocafé 2022, realizada nesta semana, em Três Pontas. Em meio às máquinas e palestras oferecidas, não faltaram interessados em conhecer de perto e aprender a operar os drones em treinamentos oferecidos pelo Sistema FAEMG no evento.

As seis oficinas de Operações Básicas de Drone – Asa Rotativa foram ministradas no estande da entidade gratuitamente, duas por dia. O gerente regional do Sistema FAEMG em Lavras, Rodrigo Ferreira, explica que o conteúdo é muito útil para a lavoura cafeeira: “principalmente na pulverização, seja para adubação foliar ou uso de defensivos agrícolas, e para mapeamento das áreas e dos talhões. O equipamento também é um grande aliado no monitoramento de lavouras, para avaliar pragas que estejam iniciando o crescimento, bem como no monitoramento de segurança”.

Procura por conhecimento

Os cursos voltados para a Agricultura de Precisão, área na qual os drones se encaixam, estão entre os que mais cresceram em procura no SENAR MINAS, braço educacional do Sistema FAEMG. Para se ter uma ideia, entre 2020, primeiro ano da pandemia, e final de 2021, 318 cursos de Drone foram feitos em todo o estado, capacitando 7.632 pessoas.

“Os usos mais comuns do drone no campo são relacionados com demarcação, análise e acompanhamento de plantio, pulverização de defensivos, telemetria e vigilância”, como informa a gerente de Formação Profissional Rural e Promoção Social do Sistema FAEMG, Liziana Rodrigues. Entre cursos, programas e assistência técnica e gerencial, praticamente todo o estado tem cobertura das ações do Sistema FAEMG, relembra a gestora. “Todos os anos, treinamos aproximadamente 200 mil pessoas só com os cursos do SENAR MINAS”, contabiliza.

Serviço

Os interessados nos cursos de drones e centenas de outras capacitações gratuitas oferecidas pelo Senar Minas, podem procurar o Sindicato dos Produtores Rurais ou entidade cooperada em seu município. No site do Sistema FAEMG você vê a agenda de cursos oferecidos por tema ou município, e como se inscrever para participar deles.

compartilhe