Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 6,29
Dólar R$ 5,55
Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
Belo Horizonte
30º 17º

Águas do Agro irá promover a conservação da água e do solo

O programa do Governo Federal defende a exploração sustentável, com respeito ao solo

Rio Dourados no MS
O programa tem várias fases e pode durar até 10 anos. (Foto: Embrapa)
Washington Bonifácio
18 de novembro de 2021
compartilhe

Garantir a harmonia entre a atividade agropecuária e a sustentabilidade é um desafio. O Ministério do Meio Ambiente (Mapa) lançou o Programa Nacional de Manejo Sustentável do Solo e da Água em Microbacias Hidrográficas, com o objetivo de promover a produtividade consorciada à preservação dos recursos naturais.

O programa Águas do Agro foi lançado no Mato Grosso do Sul, mas promete beneficiar o país inteiro. Para exemplificar como pretende atingir esse objetivo, o governo informou que algumas tecnologias e estratégias conservacionistas serão implementadas como plantio direto, plantação de cobertura, adubação verde, manejo de pastagem, plantio em nível e terraceamento.

Microbacias Hidrográficas

De acordo com o governo, as ações serão trabalhadas nas propriedades rurais selecionadas conforme critérios de criticidade em relação à disponibilidade hídrica, que recebem menos assistência técnica. São áreas com maior presença de solos descobertos e erosão acentuada.

“Se o solo não está devidamente coberto, em uma área degradada, por exemplo, a água da chuva bate e parte do solo é carregada para os rios, causando erosão e assoreamento. Desta forma, a produção agropecuária adequada e em sistemas sustentáveis, como uma pastagem de boa qualidade ou uma plantação direta, garante que a água siga o seu ciclo hidrológico”, pontua a diretora do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação, Mariane Crespolini.

Ribeirão e nascente

Ações de preservação a nascentes serão desenvolvidas, diz governo. (Foto: Katia Pichelli / Embrapa)

As localidades são definidas em microbacias, que são territórios que levam em consideração fatores geográficos naturais, econômicos e sociais em condições mais homogêneas. A partir da identificação das microbacias em potencial, serão implementadas as Unidades de Referência Tecnológica (URT) com a definição das tecnologias conservacionistas em solo e água, conforme cada área.

Pilares do programa

A ideia é que o modelo de prestação de serviço de assistência técnica e capacitação seja ofertado a grupos de 20 a 30 produtores rurais por microbacia, por um período de dois anos.

A assistência técnica e gerencial é fundamentada em cinco passos:

  • Diagnóstico produtivo da microbacia
  • Planejamento estratégico
  • Adequação tecnológica
  • Capacitação dos técnicos de assistência técnica na temática de conservação do solo e água
  • Avaliação dos resultados

A expectativa é a de que os resultados sejam observados não apenas no campo ambiental, como também no social e econômico. Com a adequação das propriedades rurais para o aumento da taxa de infiltração da água no solo, espera-se melhorar a capacidade produtiva dos solos e aumentar a capacidade de suporte às pastagens.

O programa Águas do Agro tem abrangência nacional e sua execução é dividida em três fases de atuação: de curto prazo (primeiros dois anos), médio prazo (quatro anos seguintes) e longo prazo (por 10 anos).

compartilhe