Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 6,28
Dólar R$ 5,61
Sol com algumas nuvens. Não chove.
Belo Horizonte
32º 18º

Bom Despacho, no Centro-Oeste, recebe amanhã o Projeto Mais Grãos

Objetivo é incentivar o desenvolvimento da cadeia produtiva e de consumo de grãos, além de aumentar o faturamento dos agricultores

Evento é voltado para agricultores de toda a região. (Foto: Mapa)
Ricardo Miranda
24 de novembro de 2021
compartilhe

Bom Despacho, na região Centro-Oeste do estado, recebe nesta quinta-feira (25) o Projeto Mais Grãos, uma parceria entre o Sebrae Minas, o Sindicato Rural da cidade e várias outras entidades. O objetivo do evento é gerar novos negócios, aumentar a competitividade e o faturamento dos agricultores.

Objetivo do programa é aumentar o faturamento dos produtores rurais. (Foto: Mapa)

O evento é gratuito e começa às 8h da manhã no auditório da CDL/ACIBOM. O objetivo, segundo a organização, é “desenvolver uma cadeia integrada de produção e consumo de grãos entre os produtores e as agroindústrias”.

Programação

O Projeto Mais Grãos vai levar aos agricultores da região Centro-Oeste do estado uma programação variada. O projeto inclui palestras sobre tendências, irrigação, sustentabilidade, produtividade, eficiência, além de outros assuntos que impactam na vida dos empreendedores do campo. Os participantes também vão conhecer casos de sucesso e novas oportunidades de negócios.

Agricultores podem se inscrever gratuitamente. (Foto: Prefeitura de Bom Despacho)

Os interessados podem se inscrever no Sindicato Rural de Bom Despacho ou pelo telefone (37) 3521-2622.

O programa é uma parceria entre o Sindicato Rural de Bom Despacho, Avivar, Banco do Brasil, Avimig, Embarpa, Novo Oeste, Sicoob Crediluz, Sistema Faemg, Sebrae Minas, Bolsa de terras, ASEMG e Rede Agrinova Luz. “Durante o evento, e com o objetivo de gerar novos negócios para os participantes, serão apresentadas aos pequenos produtores rurais novas demandas de grãos, como soja e milho, que estão em alta na agroindústria de produção de carnes, ovos e leite da região. Uma estratégia que poderá ajudar a aumentar a competitividade do negócio e o faturamento do produtor”, finaliza a analista do Sebrae Minas Glaura Figueiredo.

compartilhe