Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 5,39
Dólar R$ 5,13
Sol com algumas nuvens. Não chove.
Belo Horizonte
27º 12º

Brasil deseja ter mais acesso a fertilizantes produzidos no Egito

País africano oferece fertilizantes nitrogenados e potássicos, além de suas misturas em fertilizantes especiais

(Foto: Reprodução/Mapa)
Guto Moreira
10 de maio de 2022
compartilhe

Durante a abertura do Fórum Brasil–Egito, promovido pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira (CCAB), no Egito, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes, ressaltou a preocupação do Brasil com a segurança alimentar global. O ministro disse que o país quer expandir as importações de fertilizantes.

A delegação do Mapa apresentou as metas do Plano Nacional de Fertilizantes e as expectativas para o abastecimento de nutrientes para a agropecuária a longo prazo, visando assegurar a produção de alimentos para o mundo.

“O Brasil é um provedor de alimentos seguros, acessíveis e nutritivos. Desejamos aprofundar os laços que nos unem ao povo egípcio e o comércio é uma das formas de fazer isso: uma arte praticada aqui de maneira admirável há milênios. Com a adequada oferta de fertilizantes, atingiremos as metas da FAO para a oferta de alimentos para o mundo em 2050”, ressaltou o Ministro.

O Egito oferta fertilizantes nitrogenados e potássicos, além de suas misturas em fertilizantes especiais. Ainda esta semana, Marcos Montes deverá se reunir com o vice-ministro da Agricultura, Moustafa El Sayeed, e com o ministro do Abastecimento, Aly Al Moselhy.

A agenda internacional se encerra no final da semana com reuniões técnicas e políticas com países árabes da África e Oriente Médio.

Veja também: Plano Nacional de Fertilizantes.

Mapa quer Brasil produzindo até 50% da demanda de fertilizantes

compartilhe