Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 5,34
Dólar R$ 5,22
Sol com algumas nuvens. Não chove.
Belo Horizonte
30º 13º

Exportações de carne de frango devem crescer cerca de 6% este ano

Levantamento divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento também apontam crescimento na exportação de carne de boi

Exportações de carne de frango devem crescer 6% este ano. (Foto: ND+)
Ricardo Miranda
5 de agosto de 2022
compartilhe

Até o fim do ano o Brasil deve exportar 4,7 milhões de toneladas de carne de frango, o que representa um crescimento de 6% em relação a 2021. Se confirmado, o resultado será um novo recorde para o setor. Os números foram divulgados recentemente pela Conab, a Companhia Nacional de Abastecimento.

Conab estima crescimento de 15% na exportação de carne bovina. (Foto: Olívia Carvalho)

O levantamento também aponta um crescimento de 15% no volume de exportações de carne bovina. A estimativa é que 2,84 milhões de toneladas sejam enviadas para o exterior. Por outro lado, o mercado de suínos deve enfrentar uma desaceleração dos números, com aproximadamente 2% de queda no volume exportado, estimado em cerca de 1 milhão de toneladas.

Segundo especialistas, a redução nas exportações de carne bovina é consequência, principalmente, da situação do mercado chinês, que vem recuperando a produção interna. Em Pará de Minas, na região Centro-Oeste de Minas, um dos maiores polos de suinocultura do estado, criadores já demonstraram preocupação com as perspectivas do setor devido ao aumento do rebanho chinês.

Consumo interno

Conab também divulgou números sobre disponibilidade interna. (Foto: Bruno Pedry)

O levantamento da Conab também mostra a disponibilidade de carnes no mercado interno brasileiro. Com produção em torno de 28 milhões de toneladas de aves e bovinos, o abastecimento nacional deve contar com 90 quilos por ano.

Em relação às aves, a produção deve se manter próxima de 15 milhões de toneladas. A disponibilidade per capita anual deve ser de 48,6 quilos, o que representa uma queda de 3% em relação ao ano passado, devido ao aumento das exportações e crescimento da população brasileira.

A oferta de carne bovina deve manter comportamento de redução na oferta, já que a demanda interna segue desaquecida. Devem ser produzidas 8,1 milhões de toneladas, com disponibilidade per capita de 25 quilos por ano.

compartilhe