Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 5,41
Dólar R$ 5,15
Sol com aumento de nuvens ao longo do dia. À noite ocorrem pancadas de chuva.
Belo Horizonte
27º 12º

Ministro destaca potencial do Brasil de ampliar área agrícola irrigada

O Brasil é o 6° país no ranking de países com maiores áreas irrigadas no mundo

(Foto: Embrapa)
Guto Moreira
18 de junho de 2022
compartilhe

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes, destacou a importância da irrigação na agricultura como inovação tecnológica para garantir a segurança alimentar e promover a sustentabilidade.

Durante uma transmissão ao vivo no canal do Senar no Youtube, organizada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o ministro disse que não tem nada que fala melhor de inovação tecnológica do que a própria irrigação.

“Se nós queremos ser o primeiro país produtor e exportador de alimentos, nós precisamos de tecnologia, principalmente a tecnologia da irrigação. Irrigar significa gerar emprego, significa produzir mais em uma mesma área”, comentou.

A irrigação é uma técnica usada para suprir as demandas hídricas dos cultivos de forma artificial, visando o pleno desenvolvimento. O uso da tecnologia traz vários benefícios para a agricultura, como aumento de produtividade e mitigação dos efeitos do clima sobre os cultivos; melhoria das condições socioeconômicas da região onde a agricultura irrigada é praticada; e possibilita aumento de produção na mesma área.

Irrigação no Brasil 

O Brasil é o 6° país no ranking de países com maiores áreas irrigadas no mundo e um dos poucos países do mundo com capacidade de triplicar a área irrigada. China, Índia e Estados Unidos ocupam as primeiras colocações. Segundo estudo da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – USP, o Brasil tem potencial para irrigar cerca de 55 milhões de hectares, em bases ambientalmente sustentáveis.

Veja também: Lavoura de café irrigada no Sul de Minas.

compartilhe