Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 6,42
Dólar R$ 5,66
Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
Belo Horizonte
26º 18º

Produtora investe em queijos especiais em Jampruca

Ela vende cerca de 300 peças, por mês, na cidade que fica no Leste de Minas

Solange e os queijos que produz em Jampruca
Solange mostra os queijos que produz. (Foto: Senar Minas)
Washington Bonifácio
3 de dezembro de 2021
compartilhe

A Solange Alves dos Santos é bancária aposentada. Depois de anos se dedicando ao trabalho na cidade, agora se mudou para a fazenda para investir no campo. A produtora de queijos especiais vive no Rancho Conquista, na zona rural de Jampruca, no Leste de Minas. Segundo Senar, os produtos dela são diferenciados. A instituição deu apoio à produtora no início do negócio.

“Todos falavam que o meu queijo estava muito bem feito, mas com pouco sal. Mas era essa minha proposta porque muitas pessoas que não acham queijo desse tipo. A partir de então, resolvi buscar por capacitação na área,” revela Solange sobre os desafios da produção.

Em dezembro de 2020, a produtora fez o curso de laticínios e enxergou oportunidade de negócios. “Aposentada e morando na fazenda, não queria ficar observando o tempo passar e fazendo serviços domésticos. Queria algo que me desse retorno financeiro. Foi assim que surgiu a ideia de fazer queijos especiais para vender”, disse.

queijos especiais

Queijos produzidos por Solange. (Foto: Senar Minas)

Capacitação

Na época, o curso abordou produção de queijos como provolone, prato, parmesão, coalho e morbier. Solange aprendeu também as técnicas para obter um queijo de qualidade, com menos gastos e evitando desperdícios.

“O mercado de queijos especiais está cada vez mais exigente. Além de muita técnica e manejo adequado do leite, o produtor também precisa obedecer a uma série de regras que envolvem, inclusive, a higienização do ambiente. Diminuir o desperdício e aumentar a renda são os principais desafios de quem investe na atividade. É nessa hora que a capacitação faz toda diferença”, destaca o instrutor José Ferreira da Conceição que ministrou o curso.

“Minha produção é pequena, mas eu faço queijo todos os dias. Vendo os queijos de porta em porta, pela nossa conta no Instagram e no WhatsApp, vendo para clientes de Jampruca, Governador Valadares e Belo Horizonte. Vendo cerca de 300 queijos por mês, cada queijo saindo, em média, por R$ 25. Ajuda para complementar o nosso orçamento”, finalizou.

compartilhe