Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 6,25
Dólar R$ 5,33
Sol com algumas nuvens. Não chove.
Belo Horizonte
34º 19º

Tapira: prefeitura custeia parte dos gastos para ajudar produtores de leite

Programa Pró-Leite oferece subsídio a produtores rurais para incentivar crescimento da agricultura no Alto Paranaíba

Foco do programa é diminuir gastos da produção de leite. (Foto: Divulgação SENAR)
Ricardo Miranda
19 de setembro de 2021
compartilhe

A prefeitura de Tapira, no Alto Paranaíba, relançou o Programa Pró-Leite. A cidade já é uma das maiores produtoras de leite da região e, com a iniciativa, a intenção é aumentar ainda mais a renda nas propriedades, diminuindo os gastos com a alimentação do gado. Pequenos, médios e grandes produtores podem requerer o subsídio.

Com a iniciativa, a prefeitura arca com até 60% dos gastos com preparo do solo, plantio e colheita de milho para silagem e produção de grãos. A área plantada pode ter até 5 hectares e o subsídio não inclui as despesas com sementes e adubos. O valor pago pelo município é destinado ao pagamento de maquinário, reparos, calagem, plantio, cobertura e silagem. O objetivo é diminuir os custos para o agricultor, que passa a ter condições de produzir mais, além de diversificar a plantação.

O projeto já tinha sido executado pela prefeitura anos atrás, e volta com o objetivo de melhorar a produtividade dos agricultores do município. “A intenção é aumentar a produção agrícola, proporcionar mais renda a pequenos e médios produtores. Com isso a gente aumenta o fluxo de produção de leite e milho, além de aves e suínos. É uma forma de fomento para o crescimento da agricultura em Tapira”, explica Thomaz Assunção, engenheiro ambiental e assessor da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Tapira.

Suporte aos produtores

Plantação de milho, em Tapira. Prefeitura vai arcar com até 60% dos gastos da produção. (Foto: Prefeitura de Tapira)

Além de contar com o subsídio financeiro para diminuir os gastos com a produção, os produtores atendidos pelo programa Pró Leite vão contar com outros suportes oferecidos pela prefeitura. O município também vai oferecer, gratuitamente, a consultoria de agrônomos, veterinários e engenheiros ambientais, disponíveis para auxiliar os agricultores.

O município também vai pagar o frete de até 15 toneladas de calcário por produtor. Os interessados em fazer a calagem das terras vão arcar apenas com o custo do pó. A prefeitura vai pagar o transporte de Arcos até Tapira, diminuindo ainda mais os gastos dos produtores. “O produtor faz a inscrição na secretaria de agricultura e meio ambiente. E com isso é uma possibilidade de fazer Tapira crescer. Já somos um dos maiores produtores da bacia leiteira do Triângulo e Alto Paranaíba, e, com o incentivo aos agricultores, vamos crescer ainda mais”, finaliza Thomaz Assunção.

Mais informações sobre o projeto você consegue diretamente com a prefeitura de Tapira ou pelo e-mail agricultura@tapira.mg.gov.br.

compartilhe