Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 5,02
Dólar R$ 4,62
Sol com algumas nuvens. Não chove.
Belo Horizonte
30º 16º

Vacinação contra a aftosa começa em 1º de maio

A expectativa é que sejam imunizados cerca de 10 milhões de animais nesta primeira etapa

(Foto: IMA)
Guto Moreira
21 de abril de 2022
compartilhe

Em Minas Gerais, a partir de 1º de maio, tem início a primeira etapa anual de vacinação contra a febre aftosa. De acordo com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), responsável pelo gerenciamento e fiscalização da campanha, devem ser imunizados bovinos e bubalinos de zero a 24 meses. A campanha vai até 31 de maio.

Nesta primeira etapa, a expectativa é que sejam imunizados cerca de 10 milhões de animais com o objetivo de preservar a sanidade dos rebanhos e manter o compromisso com o agronegócio mineiro.

O produtor pode comprovar a vacinação acessando o site www.ima.mg.gov.br ou, caso tenha cadastro, indo ao Portal de Serviços do Produtor. Uma terceira opção será o envio da declaração para o e-mail da unidade do IMA responsável pela jurisdição do município. O e-mail de cada unidade consta neste link. http://ima.mg.gov.br/atendimento/nossas-unidades. O prazo para comprovar a vacinação termina em 10 de junho.

“A vacina deve ser adquirida em estabelecimento da iniciativa privada credenciado para a revenda. Lembrando que a dose da vacina é de 2 ml. Além disso, a vacina deve ser conservada em temperatura entre 2 e 8 graus centígrados, do momento da compra até a vacinação dos animais. Recomenda-se também programar a aplicação para os horários mais frescos do dia”, disse o coordenador estadual do Programa de Vigilância para a Febre Aftosa, o médico veterinário do IMA, Natanael Lamas Dias.

Quem não vacinar os animais estará sujeito a multa de 25 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (Ufemgs) por animal, o equivalente a R$ 119,25 por cabeça. A declaração de vacinação também é obrigatória e o produtor que não o fizer até 10 de junho poderá receber multa de 5 Ufemgs, o equivalente a R$ 23,85 por cabeça.

Veja também: Mapa divulga nova estratégia de vacinação.

Mapa divulga nova estratégia de vacinação contra a febre aftosa

 

compartilhe