Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 6,33
Dólar R$ 5,46
Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
Belo Horizonte
30º 17º

Abertas inscrições para programa ‘PróLeite’ em Juiz de Fora

Programa prevê assistência gratuita para produtores de leite da cidade; inscrições podem ser feitas até dia 20

Oitenta produtores de leite vão ser selecionados (Foto: SAA).
Vivia de Lima
15 de outubro de 2021
compartilhe
Os pecuaristas de Juiz de Fora já podem se inscrever para ter apoio gratuito na produção leiteira.  O PróLeite é um programa que oferece a assistência técnica, gestão zootécnica, econômica e de escrituração de dados produtivos. A cadeia produtiva de leite é a principal atividade econômica agropecuária de Juiz de Fora.
Os interessados devem se  inscrever até às 17h da próxima quarta-feira, 20. O cadastro deve ser feito por meio da plataforma Prefeitura Ágil ou presencialmente, na Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), localizada na Avenida Brasil, 2.001, 6º andar, Centro. Foram disponibilizadas 80 vagas. Caso o número de inscrições supere o número de vagas disponíveis, serão aplicados os critérios de seleção.

Para se cadastrar o interessado precisa clicar no ícone “Protocolo” e digitar na aba “assunto”: Inscrição PróLeite. Em seguida, é preciso preencher o formulário e anexar os documentos que estão listados na plataforma. Caso o interessado prefira a inscrição presencial deve levar  alguns documentos. O formulário será preenchido presencialmente com auxílio do servidor.

Produtores em débito

Produtores que tiverem em débito (dívida ativa) com a Prefeitura de Juiz de Fora devem regularizar a situação antes da data de término das inscrições. Só assim, serão aptos a participar do processo. O produtor inscrito que não regularizar a situação dentro do prazo previsto não terá a inscrição homologada.

Proleite

O PróLeite de baseia na assistência técnica continuada, isto é, cada produtor recebe a orientação de um técnico que faz, no mínimo, duas vistas durante os primeiros seis meses do produtor no Programa e, a partir daí, no mínimo uma visita mensal à propriedade. As sugestões de mudanças na fazenda são definidas de comum acordo entre produtor e técnico, priorizando investimentos em itens que trarão retorno econômico, e sempre de acordo com as possibilidades financeiras do produtor. A intenção do programa é fazer da produção leiteira seja modernizada e economicamente viável. Dessa forma, o homem do campo permanece na área rural, aumenta a renda  e os empregos ligados à atividade.
Documentos necessários para inscrição:
-Cadastro de Pessoa Física (CPF)
– Carteira de Identidade (RG) ou Carteira de Motorista (CNH)
– Registro da propriedade agropecuária no município de Juiz de Fora (escritura do terreno ou contrato de arrendamento) ou Certidão de Assentado
– Cartão do Produtor válido (Inscrição Estadual do Produtor Rural)
– Comprovante de quitação do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR)
– Comprovante de envio do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), do pecuarista titular
– Extrato da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), emitido nos últimos 30 dias, se possuir
– Comprovante de beneficiário de crédito rural, se possuir
– Comprovante de selo de certificação de leite orgânico, se possuir
– Comprovante da Inscrição do Cadastro Único – CadÚnico, se possuir
– Recibo de inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR), se possuir
– Certidão negativa na Dívida Ativa de Juiz de Fora (emitido na Seapa)
– Termo de Compromisso e Responsabilidade assinado (Anexo I do Processo de Inscrição e Candidatura)
compartilhe