Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 6,42
Dólar R$ 5,66
Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
Belo Horizonte
30º 17º

Criador de gado desenvolve coleira localizadora para bezerros

O equipamento usa 4 pilhas que duram 7 dias

Coleira localizadora
O produtor gastava tempo procurando bezerros no pasto, hoje é fácil localizá-los. (Foto: Erivelton Moreira)
Washington Bonifácio
13 de novembro de 2021
compartilhe

Quem trabalha na lida do gado sabe que determinadas raças têm o costume de esconder os bezerros para protegê-los de predadores. O problema é que esse instinto materno animal acaba por dificultar os tratos ao recém-nascido. A cura do umbigo, por exemplo, é um deles.

Produtor rural

Erivelton faz vistoria duas vezes por dia nos animais. (Foto: Divulgação)

Erivelton Moreira Souza, de 39 anos, é bacharel em direito, mas foi no campo que encontrou a paixão da vida dele. Atualmente ele se dedica à pecuária de corte, na zona rural de Governador Valadares, no Leste de Minas. Como em todo negócio existem os desafios, o pecuarista se viu numa situação complicada quando os bezerros começaram a sumir no pasto. Então ele criou uma maneira de resolver o problema.

 “A princípio pensei nos antigos cincerros, que são sinetes, pendurados ao pescoço dos animais para localização. Porém os bezerros ficam por horas imóveis e não surtiria efeito. Eu precisava de algo independente da colaboração dos animais, foi quando pensei em algo eletrônico”, conta o produtor.

Coleira localizadora

A invenção do Erivelton é formada por uma coleira plástica, própria para carneiros, atrelada a um dispositivo que emite um bip a cada 30 segundos. Ela funciona com 4 pilhas alcalinas que têm duração de 7 dias. Segundo o inventor, o intervalo de tempo entre um toque e outro garante a localização. Além disso, ele afirma que o barulho não incomoda o animal, pois cada toque dura 3 segundos quando ligado.

Coleira localizadora

A coleira localizadora funciona a pilha e tem baixo custo de fabricação. (Foto: Erivelton Moreira)

“Cada coleira tem um toque característico, indicando o número da coleira. Elas tocam todo o tempo, pois é imprevisível o momento do serviço. Se agregar receptores para desligar e ligar, agrega também peso, que encarece o projeto e gasta mais bateria, diminuindo a autonomia”, contou.

Resultado

Erivelton contou para o Uai Agro que houve um grande ganho na sanidade dos animais, pois agora ele pode encontrar facilmente as crias e curar os umbigos duas vezes ao dia. Com isso, as vacas nelore também ficaram mais condicionadas, dóceis e, em alguns casos, até param de esconder as crias.

“Nunca vi nada parecido. Pode até ser que tenha, pois ideias boas estão em toda parte, basta procurar. A internet é, com certeza, uma fonte desse conhecimento. Espero que minha ideia inspire alguém”, finaliza o homem que desenvolveu a coleira localizadora.

Veja a coleira funcionando:

Gosta de invenções no campo?

Então leia também: 

Inovação: jovem cria máquina de limpar café e faz sucesso

 

Cafeicultor cria terreiro mecânico de secagem e ganha prêmio

 

compartilhe