Patrocínio Logo TV Alterosa
Euro R$ 5,32
Dólar R$ 4,77
Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
Belo Horizonte
32º 19º

Safra 2021/22 deve chegar a 291,1 milhões de toneladas de grãos

Estimativa é da Conab e leva em conta o aumento da produção possibilitado pelo clima favorável na maioria das regiões produtoras do Brasil

Estimativa sobre a produção brasileira de grãos foi divulgada pela Conab. (Foto: Mapa)
Ricardo Miranda
12 de dezembro de 2021
compartilhe

Brasil segue como maior produtor mundial de soja. (Foto: Mapa)

A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) divulgou uma nova estimativa sobre a produção brasileira de grãos na safra 2021/2022. A companhia estima que o país feche a temporada com 291,1 milhões de toneladas colhidas. Se os números se confirmarem, o volume será 15,1% maior que no ciclo anterior, ou seja, 38,3 milhões de toneladas a mais.

De acordo com a Conab, o bom volume de chuva nas regiões produtoras de grãos ajudou a elevar a estimativa da safra. O levantamento da companhia também mostrou que a soja e o milho seguem como os principais produtos a puxar o bom resultado. E os números seguem em crescimento.

Aumento da produção e da área plantada

Brasil deve ter recorde na produção de milho. (Foto: Mapa)

Segundo a Conab, a expectativa é de crescimento de 3,7% na área plantada de soja, chegando a 40,3 milhões de hectares. A produtividade deve se manter perto da observada na safra anterior, em torno de 3.539 kg por hectare. É esperada uma colheita de 142,8 milhões de toneladas, mantendo o Brasil como maior produtor mundial do grão. Já em relação ao milho, a Conab projeta um crescimento de 34,6% da produção, totalizando 117,2 milhões de toneladas.

A companhia também acredita no crescimento da área de plantio de algodão, que deve chegar a 1,49 milhão de hectares. O volume colhido deve ser de 2,6 milhões de toneladas, um aumento de 10,7% em relação à safra anterior. No caso do arroz a área de cultivo deve se manter, mas a produção deve ter uma leva queda de 2,5%, fechando a safra em cerca de 11,5 milhões de toneladas.

compartilhe